Cálculos Cálculos Trabalhistas

Como calcular o PIS

Para aprender como calcular o PIS leia todas as nossas dicas e o nosso passo-a-passo bem simples abaixo.

O que é PIS?

A sigla PIS significa: Programa de Integração Social. Instituído através de lei complementar nº 07/1970; refere-se a um programa governamental instaurado para arrecadar tributos visando auxiliar o financiamento do seguro desemprego, abonos e participação nas receitas de empresas privadas.






Em outras palavras para entender o que é PIS, trata-se do mecanismo que permite ao trabalhador participar ativamente dos lucros das empresas privadas por meio de um abono salarial.

Entenda-se como empresas privadas todas aquelas instituições que não possuem ligação direta com os serviços prestados pelo Governo Federal e aquelas que não são intituladas como ONG’s.

calcular o pis

Calcular o PIS

Entender como calcular o PIS é uma dúvida pra quase todo brasileiro. Milhares de trabalhadores brasileiros não sabem se tem direito ou sabem como calcular o PIS.

Para que seja possível calcular o PIS, o funcionário deve ser cadastrado no programa por no mínimo 5 anos e ter recebido em média até dois salários mínimos no ano base de referência, geralmente trata-se do ano anterior.

O cálculo é efetuado a partir dos valores da remuneração mensal e a da quantidade de meses trabalhados pelo funcionário.

A remuneração mensal é multiplicada pela quantidade de meses trabalhados e depois dividida pelo mesmo valor – o de meses trabalhados.

Dessa equação, o resultado deverá ser menor que dois salários mínimos vigentes no ano base de referência. Nesses casos, o trabalhador terá direito ao recebimento do benefício.

Lembrando que procurar os serviços oferecidos pela Caixa Econômica Federal é uma boa opção na hora de calcular o PIS.

  Calculadora do amor - encontre o amor perfeito para sua vida

Como funciona o PIS

O PIS trata-se de um programa com a intenção de integrar os trabalhadores socialmente e no desenvolvimento das empresas.

O cadastro do trabalhador para ter acesso aos benefícios e entender como funciona o PIS parte da empresa empregadora logo na primeira admissão.

Esse cadastro é feito na Caixa Econômica Federal.

Assim que cadastrar o trabalhador, o empregador recebe um cartão com o número de inscrição que deverá repassá-lo ao funcionário. Vale lembrar que sem esse cadastro o trabalhador não terá acesso a outros benefícios, como FGTS e Seguro Desemprego.

Se por acaso o trabalhador não possuir o cartão, deve procurar, primeiramente, a Caixa Econômica para verificar se já foi cadastrado e solicitar a segunda via do cartão. Se não possuir cadastro deve procurar o empregador e solicitar a resolução.

Quem tem direito ao PIS

Como informado anteriormente, quem tem direito ao PIS é todo cidadão empregado com cadastro ativo por no mínimo cinco anos e média de dois salários mínimos mensais no ano anterior.  Ainda, para ter direito ao PIS, o segurado terá que:

– Ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias consecutivos no ano anterior.

– A empresa ter enviado o dados através de relatório obrigatório de RAIS para o Ministério do Trabalho.

O pagamento para quem tem direito ao PIS é efetuado através da Caixa Econômica Federal seguindo um calendário estipulado pelo Governo Federal.

Vale lembrar que a sigla PIS frequentemente vem acompanhada da sigla PASEP. Trata-se do mesmo tipo de benefício, porém, enquanto o PIS é referente aos trabalhadores privados, o PASEP é designado geralmente para os funcionários públicos.

Gostou de calcular o PIS?

Se você tiver gostado das nossas dicas sobre Calcular o PIS, deixa seu comentário abaixo e compartilha também o post nas redes sociais.

  Como calcular porcentagem no Excel

Veja também

Como calcular o PIS
5 (100%) 18 votos